Você está aqui: Capa > Dicas de Organização > Como Fazer Um Curriculum Objetivo e Claro

Como Fazer Um Curriculum Objetivo e Claro

Como Fazer Um Curriculum Vitae Direcionado e Objetivo

Como Fazer Um Curriculum Objetivo e Claro

Como Fazer Um Curriculum Objetivo e Claro

Por Raphaela Perin

Chega um momento da vida em que entrar no mercado de trabalho é o principal objetivo. Neste período, o documento mais importante é o curriculum vitae, necessário para se candidatar a qualquer vaga de emprego. No entanto, muitas pessoas não conseguem explorar ao máximo o currículo e acabam deixando de destacar itens importantes e que são considerados pelos recrutadores.

Então, o que deve ser colocado ou retirado do curriculum vitae? Qual é o real objetivo deste documento e como tirar o melhor proveito dele?

 Objetivos

O curriculum vitae é a primeira impressão que o recrutador tem do profissional que está se candidatando a uma vaga de emprego. Por isso, mostrar objetividade e ser claro em demonstrar as suas habilidades profissionais é crucial para ter um bom currículo.

Basicamente, o currículo deve trazer informações de contato, experiência profissional, formação e escolaridade e atividades anteriores. Porém é preciso ter em mente que o curriculum vitae deve ser interessante. Caso contrário, poderá não chamar a atenção e ser mais um currículo entre outros tantos que são enviados. Assim, escolher um modelo diferenciado pode ser uma boa ideia. Vale lembrar que deixar o currículo muito rebuscado ou com uma fonte de letra muito diferente não é legal. A ideia principal é ter um modelo bacana, simples e clean, mas que traga parte da personalidade do candidato. Para quem não tem criatividade, uma boa ideia é garimpar exemplos de currículo na internet.

Ao conseguir seguir esta dica da apresentação do currículo, o candidato chama a atenção do setor de Recursos Humanos. Isso não garante o agendamento de uma entrevista. Para realmente mostrar ao RH as suas habilidades é necessário ocupar a atenção de quem lê o seu currículo. Esta medida significa basicamente ater-se ao que é importante à sua carreira profissional e não colocar itens desnecessários.

Assim, o curriculum vitae cumpre a sua função e o candidato tem mais chances de ser convocado para uma entrevista de emprego. Aí é só mostrar o seu carisma, inteligência e conhecimento sobre a empresa e o cargo para se destacar em meio aos outros concorrentes.

 Como Fazer

Para os candidatos a uma vaga de emprego que quiserem montar um currículo personalizado, a ideia é seguir algumas dicas principais. O documento deve ser conter alguns itens fundamentais, sendo eles dados pessoais e de contato e identificação e dados sobre a vida profissional e formação. Estas duas partes do curriculum vitae devem ser divididas em outros itens menores, para deixar o currículo organizado e bem apresentável.

Assim, na primeira linha do documento deve ser colocado o nome do candidato à vaga de emprego. O nome deve ficar destacado, podendo ser centralizar e ter fonte 12 ou até mesmo um pouco maior, sem exageros, é claro. Logo abaixo, devem ser colocados os dados de contato, como telefone, e-mail, endereço, idade e estado civil. Esta é toda a primeira parte do currículo e, para deixá-la separada da segunda parte, é possível fazer uma linha divisória.

Como Fazer Um Curriculum Objetivo e Claro

Como Fazer Um Curriculum Objetivo e Claro

Em seguida, pode-se destacar o objetivo profissional do candidato ao emprego. Este item deve ser dividido em principais qualificações; formação e experiências profissionais; idiomas, cursos e informática; prêmios, viagens e trabalhos voluntários; e observações ou informações adicionais.

No item principais qualificações deve-se listar de três a cinco qualidades que você considera que sejam seus pontos fortes. Claro que tudo o que for listado deve estar ligado à vida profissional. É interessante observar que este item serve para chamar a atenção do recrutador e fazê-lo querer ler o restante do currículo. Em formação devem ser listados as instituições de ensino que frequentou, o local das mesmas e o ano de conclusão de cada curso. Já a experiência profissional requer listar os cargos ocupados anteriormente, com o nome da empresa, data em entrou e saiu do emprego, o cargo executado e as funções exercidas. Tanto na formação quanto nas experiências profissionais, a listagem deve ser feita do curso ou emprego mais recente para os anteriores.

O próximo passo é listar os cursos de idiomas feitos, especificando o nível de conhecimento de cada língua; os cursos realizados e que são importantes para a carreira profissional (destacando o nome da instituição e também quando foram concluídos); e os programas de informática conhecidos.

Os prêmios recebidos, viagens e experiências no exterior e trabalhos voluntários também podem ser citados em seguida. Claro que todas estas experiências devem ter contribuído para o lado profissional do candidato. Neste sentido, é interessante lembrar que os trabalhos voluntários e viagens podem não ter relação direta com a carreira seguida pelo candidato, mas mesmo assim são importantes, porque contribuem para a cultura geral da pessoa, sendo itens muito valorizados pelas empresas nos dias de hoje.

Por último, pode-se escrever algumas observações finais, destacando ainda mais as habilidades profissionais. No entanto, esta área deve conter algo que não tenha sido escrito anteriormente.

Confira Nossa Galeria de Fotos e Comentem!


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>