Você está aqui: Capa > Comportamento > Continuar Uma Relação Por Pena Faz Mal Para Você E Seu Par

Continuar Uma Relação Por Pena Faz Mal Para Você E Seu Par

Continuar Uma Relação Por Pena Faz Mal Para Você E Seu Par

Por:  Carmen Simoni

Continuar Uma Relação Por Pena Faz Mal Para Você E Seu Par

Continuar Uma Relação Por Pena Faz Mal Para Você E Seu Par

Fiquei em dúvida em que pessoa gostaria que eu escrevesse, mas talvez o importante seja o conteúdo, a pessoa é facilmente mutável.

Muitas pessoas passam um longo período juntas e acabam por se apegarem ao companheiro por um sentimento de gratidão e até mesmo pena, ou simplesmente por se acomodarem com a relação, por medo de começar um relacionamento “do zero”, criar toda uma nova convivência e intimidade. Nestes casos, o amor, a paixão, a admiração, ou seja, o que realmente os aproximou, não existe mais, pelo menos para uma das partes, mas esta opta por prolongar a relação, achando que essa é a melhor solução para não magoar seu parceiro.

Alguns motivos levam as pessoas a manter tal relacionamento:

  • Culpa em decorrência de uma (ou várias) traição cometida;
  • Gratidão por ter recebido apoio do companheiro em um momento depressivo, de doença, ou de grande necessidade;
  • Gratidão por uma ajuda financeira;
  • Medo do que os “outros” (amigos em comum, colegas de trabalho) vão falar e pensar
  • Relacionamentos familiares bem sucedidos (você se relaciona muito bem com a família dele e vice-versa)

Desta forma, optam por continuar a relação por dó, por perceberem o quanto o outro se esforça para vê-la bem, o quanto ele é capaz de realizar para te fazer feliz, achando que esse sentimento de pena, é suficiente para continuar uma relação saudável e feliz.

Continuar Uma Relação Por Pena Faz Mal Para Você E Seu Par

Continuar Uma Relação Por Pena Faz Mal Para Você E Seu Par

Esta situação acaba sendo prejudicial para ambos, prolongando ou adiando uma separação que poderia ser compreensível e justificável, deixando-a traumática, pois, quando acaba o interesse, a admiração, enfim, o amor, as atitudes e os comportamentos se alteram, mesmo que involuntariamente e é percebido pela outra parte, o que pode ser muito mais doloroso para seu parceiro do que a pena que você sente.

Tendo uma ótica realista, podemos dizer que a manutenção de uma relação por medo de magoar não deixa de ser (mais) uma traição. A pessoa que optou por manter o relacionamento não foi sincera com seu companheiro, tomando uma decisão unilateral e egoísta, julgando saber o que seria melhor aos dois, traindo seus sentimentos, tentando fazê-lo acreditar que tudo de bom do seu relacionamento ainda existia.

Esta situação não é saudável para nenhuma parte, pois uma está sendo enganada, mesmo com a melhor das intenções, e a outra está tentando viver de aparências, contrariada, tentando interpretar o que não sente o tempo todo, tal situação não pode trazer felicidade a nenhum relacionamento só pode desgastar cada vez mais a convivência e a amizade que poderia haver entre os dois.

E quanto ao que os “outros” vão pensar, bem, não devemos nos importar, tenhamos em mente que somos a pessoa mais importante para nós mesmo, se não nos preocuparmos conosco, quem o fará? A vida é uma só, para ser bem vivida e feliz, devemos agir de acordo com nossos sentimentos.

Sejamos sempre sinceros, por mais que magoe!


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*